Rosas de maçã

ROSA 01

A receita de hoje é puro charme. Que tal surpreender quem você ama com lindas rosas de maçã? Que tal retribuir o carinho que tanto recebe da mãe, pai, amig@, irm@, namorad@, companheir@, marido, mulher, vizinh@, ou mesmo chamar as amigas para um chá da tarde.

Olhando a foto para complicado né? Mas só parece. Esta belezinha é bem simples de preparar e enche os olhos de quem receber.

Basta seguir este passo a passo e se encher de orgulho, pois no final vai dar certo. Garantimos.

 Vamos aos INGREDIENTES:

  • 400g de massa folhada (uso sempre Arosa ou Massa Leve);
  • 6 maças pequenas;
  • Geleia da sua preferência (nesta receita usei uma geleia caseira de laranja);
  • 1 limão grande;
  • 1 colher sopa de açúcar;
  • Canela para polvilhar – opcional.

PREPARO:

Lave bem as maçãs, corte ao meio e retire as sementes. Não tire a casca. Guarde o miolinho com as sementes e faça um chá para servir junto, fica uma delícia.

20141030_145837

Com a ajuda de um fatiador faça lâminas de todas as maçãs. Coloque-as em uma panela, junte o suco do limão e polvilhe açúcar. Deixe no fogo por uns 3 minutinhos. Retire do fogo.

Abra a massa e faça tiras de mais ou menos 4 cm de largura por uns 30 cm de comprimento. Pode ser a própria largura da massa.

Passe geleia na massa, mas sem exageros ok?

20141030_150814

Coloque as maças conforme a foto, metade para dentro e metade para fora, procure deixar as curvinhas da maçã aparente.

20141030_151005

Dobre a massa ao meio e comece a enrolar. Neste momento você já terá a certeza que vai dar certo.

20141030_151147

Rolinhos feitos basta polvilhar um pouco de açúcar e canela e colocar em forminhas para não abrir. Pode ser forminha de cupcake, de empadinha, de muffins, etc.

20141030_151825

Leve ao forno pré aquecido e asse por aproximadamente 40 minutos a 200º.

20141030_152454

Prontinho. Este é um doce super suave e delicado. Combina muito bem com o café ou chá da tarde, mas se quiser pode servir quentinha com sorvete de creme após o jantar.

ROSA 02

 

Fotos: Quintal do Talho

 

Geleia de pimenta #ChilliLovers

Foto Quintal do Talho

Pimenta é tudo de bom. Ingrediente cheio de personalidade, presença marcante e, para muitos, afrodisíaca.

Existem muitos estudos sobre os benefícios da pimenta na saúde do homem e os principais foram listados pela Jornalista Aline Mendes:

Potencial efeito antioxidante – Previne o envelhecimento precoce. As pimentas do gênero Capsicum (vermelha, malagueta, dedo-de-moça, cambuci, jalapeño, americana, cumari-do-pará, de cheiro, murupi, etc.) possuem propriedades antioxidantes devido à presença de capsaicina (que confere ardência e propriedades funcionais no organismo). Os antioxidantes atuam na prevenção de doenças crônicas como cardíacas, diabetes, câncer, além do envelhecimento precoce.

Prevenção de doenças crônicas – Por se rica em potenciais antioxidantes como carotenoides, flavonoides e vitamina C, o consumo de pimenta pode atuar na prevenção de doenças crônicas, como o diabetes e o câncer. Contribui também como desintoxicante do sangue, ativa o sistema imunológico e é considerada um alimento funcional.

Auxilia na digestão e protege a mucosa – A ingestão de pimentas aumenta a salivação (auxiliando na mastigação e protegendo a saúde bucal), estimula a secreção gástrica (aumentando a produção de enzimas e sucos gástricos, o que contribui para a digestão) e a motilidade gastrointestinal (promovendo a sensação de bem-estar após a ingestão). A capsaicina apresenta um efeito gastroprotetor contra lesão da mucosa gástrica, devido a um aumento na

Efeito termogênico (acelera o metabolismo) – Sua ingestão eleva a temperatura do organismo, o que pode aumentar o gasto calórico. A capsaicina é capaz também de prevenir o acúmulo de gordura na região abdominal.

Coadjuvante no emagrecimento – O uso da pimenta vermelha durante as refeições, estimula o sistema nervoso, produzindo aumento da liberação de catecolaminas, noradrenalina e adrenalina, com consequente diminuição do apetite e da ingestão calórica, bem como de gorduras nas refeições seguintes. Isso mostra que a pimenta pode ser útil ao emagrecimento.

Promove o controle do colesterol/saúde cardíaca – O consumo de pimenta pode ajudar a manter a pressão arterial em níveis normais, como também manter os níveis de LDL colesterol e triglicerídeos sob controle.

Proteção contra o câncer – Os fitoquímicos presentes na pimenta são considerados quimiopreventivos. A capsaicina possui propriedades antimutagênicas e anticarcinogênicas.

Atua na prevenção do diabetes – Constatou-se em estudos que a capsaicina causa redução no nível de glicose sanguínea aumentando o nível de insulina.

Atua no sistema circulatório – Por conter vitaminas A, C, do complexo B, potássio e cálcio, a pimenta pode ser benéfica não somente à saúde do coração, como também ao sistema circulatório. Apresenta propriedades vasodilatadoras, impedindo a formação de coágulos e aumentando o calibre de vasos sanguíneos, fatores que reduzem as chances de um ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral.

Combate a depressão, melhora o humor e promove alívio da dor – A adrenalina e a noradrenalina também são responsáveis pelo estado de alerta, fato da pimenta estar também associada à melhora de ânimo em pessoas deprimidas. Sua habilidade de aumentar o fluxo sanguíneo periférico pode ser útil em casos de enxaqueca e depressão. Além disso, atua no sistema imunológico, fortalecendo o corpo contra invasores infecciosos. A capsaicina é útil para dor de cabeça, em casos de mucosite oral, alergia cutânea e tumor de pele.

Nutre o organismo – O valor nutricional da pimenta é relevante, possuindo vitamina A (carotenoides), C e E, vitaminas do complexo B (tiamina, niacina, riboflavina), além de minerais como potássio e cálcio.

Ação anti-inflamatória – Estudos apontam que a capsaicina apresenta propriedades anti-inflamatórias. A recomendação é o consumo de até 30 mg/dia de capsaicina para que se obtenha algum efeito terapêutico. O que equivale a seis unidades da pimenta dedo-de-moça ou ½ pimenta malagueta.

Como sugestão, vamos ensinar vocês uma deliciosa receita de geleia de pimenta que vai bem com praticamente tudo. Pode usar para marinar carne suína e cordeiro ou simplesmente ser o acompanhamento da carne assada. Pode fazer deliciosos sanduíches de pastrami e salmão defumado, rosbife caseiro. Combina muito bem com diversos tipo de queijos, enfim, tudo é permitido.

GELEIA DE PIMENTA

Grau de ardência: 

INGREDIENTES:

02

  • 100g de pimenta dedo-de-moça;
  • 50 ml de suco de abacaxi;
  • 50 ml de água;
  • 100g de açúcar refinado (equivalente a 5 colheres de sopa cheia).

MODO DE PREPARO:

03

  • Retire toda as sementes da pimenta-dedo-de-moça. Para isso corte ela no sentido do comprimento e utilize uma colher para raspar as sementes. Corte em brunoise (cubinhos bem pequenos);
  • Bata no liquidificador a pimenta, o suco de abacaxi, a água e o açúcar;
  • Leve a mistura para panela e deixe ferver. Baixe o fogo e deixe reduzir até se tornar uma geleia.

04 pi

ATENÇÃO: utilize uma luva descartável ou lave muuuuuuuuuito bem as mãos após manusear a pimenta. Cuidado com a boca e olhos, ok?

Porque utilizamos o abaxi na base?

Abacaxi é um fruto rico em pectina, um composto muito importante para a digestão. A pectina forma uma espécie de gel juntamente com a água, que  ajudará a formar a textura da geleia sem nenhum aditivo industrializado além do açúcar.

Sugestão de consumo:

LOMBO

Lombo marinado com geleia de pimenta

BRIE

Geleia de pimenta com cream cheese

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: 12 benefícios da pimenta por Aline Mendes http://wp.clicrbs.com.br/barradecereal
Fotos: Quintal do Talho | Fotos sugestão de consumo: ilustrativas